Novidades

Fique ligado nas novidades que acontecem no Beal.


Você conhece o Arroz Selvagem?

A maioria das pessoas imaginam que só existe dois tipos de arroz, o branco e o integral, certo? Mas, na verdade existem uma média de nove tipos de arroz, e o mais popular é o arroz branco. O arroz selvagem não é tão conhecido, mas ele apresenta uma série de benefícios que auxiliam no desenvolvimento do nosso organismo de maneira saudável. Então, que tal conhecer mais sobre esse arroz?

O arroz selvagem, também chamado de Zizânia, Canadá arroz e arroz indiano, é um grão escuro e comprido pertencente à família das gramíneas. Este grão pode ser encontrado em quatro espécies diferentes: arroz selvagem, arroz selvagem do norte, arroz selvagem do Texas e arroz selvagem da Manchúria.

De sabor adocicado semelhante ao das nozes, bastante apreciado na alta gastronomia, o arroz selvagem é cultivado, assim como o arroz verdadeiro, em lagos de águas rasas e brejos.

Dentre as propriedades do arroz selvagem estão as fibras e as proteínas. A presença de fibras no cereal ajuda na melhora do trânsito intestinal, na redução dos níveis de colesterol e contribui para a sensação de saciedade.

Por ser uma fonte rica de proteínas, o consumo do arroz selvagem também auxilia no ganho de massa muscular e participa de modo ativo na síntese de novas células sanguíneas.

Além de fibras e proteínas, o alimento também é rico em vitaminas do complexo B, que agem no metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas e, por isso, são muito importantes para o bom funcionamento do organismo no geral.

Assim como o arroz branco tradicional, o arroz selvagem é rico em carboidrato, porém uma colher de sopa do alimento possui apenas 13 calorias. Graças à presença as fibras, o arroz selvagem evita o acúmulo de gordura localizada e pode auxiliar no processo de emagrecimento. As fibras atuam durante o processo de digestão, reduzindo a absorção de gorduras pelas células e controlando os índices de açúcares no sangue.

  • Dica da nutri: Ao cozinhar o arroz selvagem, lembre-se de que este necessita de mais água e leva mais tempo até ficar pronto. Pode ser utilizado em uma série de preparações e acompanha bem todos os tipos de carnes. Fiquem atentos as dicas e Bon Appetit!
  • Andressa Tavares

    CRN 4938