Novidades

Fique ligado com as novidades que acontece no Beal.


Utilização do Kefir

Refere-se a um leite fermentado na presença de grãos ricos em bactérias ácido-lácticas, bactérias ácido-acéticas e leveduras. O processo fermentativo gera uma série de compostos que conferem sabor e aroma característicos ao kefir, além de substâncias bioativas, responsáveis por propriedades nutracêuticas.

Estudos têm demonstrado que o consumo regular de kefir traz uma série de benefícios à saúde, tais como estimulação do sistema imune, atividade antimicrobiana contra patógenos, equilíbrio da microbiota intestinal e ação antitumoral.

Kefir na água ou kefir no leite?

Existe o cultivo de kefir na água com açúcar mascavo. Os benefícios do kefir na água também oferecem uma bebida fermentada, com propriedades diferentes às do leite, onde se notará a ausência das bactérias acéticas, já o kefir de leite apresentam muito mais lactobacilos e microorganismos.

Não se devem misturar os grãos de leite à água e vice-versa. O kefir de leite tem como principal alimento a lactose, enquanto o kefir de água vai utilizar a sacarose do açúcar mascavo para realizar a fermentação.

Os grãos de kefir multiplicam-se conforme vão sendo cultivados.

Como preparar o kefir?

Uma colher de sopa de grãos de kefir, para cada meio litro de leite morno (mais ou menos 20º), costuma ser a melhor proporção para o seu cultivo ideal. Esses grãos o ideal e serem colocados num vidro juntamente com o leite, deixando descanso entre 12 até 36 horas. É preciso cobri-lo com um pano de prato comum. O melhor local para guardá-lo enquanto está em fermentação é dentro de um armário. Quando estiver pronto, deve-se agitar o vidro, e a seguir, coá-los. Após serem coados, os grãos deverão retornar ao vidro com nova porção de leite para a próxima fermentação. O kefir pronto poderá ser armazenado em geladeira.

Aldren Antunes

CRN 3621