Novidades

Fique ligado nas novidades que acontecem no Beal.


Sementes do Bem

Você utiliza sementes na sua alimentação do dia a dia? O consumo das sementes em geral não faz parte dos hábitos alimentares da maioria da população e um dos motivos se deve ao desconhecimento de seus benefícios à saúde. E quais são?

As sementes são fontes de proteínas, gorduras insaturadas (gorduras boas) e fonte de fibras. Elas ajudam a oferecer nutrientes ao corpo, regular o intestino, proteger o coração, reduzir gorduras ruins, causar saciedade em dietas, entre tantos outros benefícios. O principal efeito das fibras, presentes abundantemente nessas sementes, está relacionado à sua solubilidade em água, sendo classificadas como: fibras solúveis ou fibras insolúveis. As fibras solúveis exercem efeitos positivos no controle da glicemia e prevenção de doenças crônicas, enquanto que as insolúveis são utilizadas para aumento do bolo fecal, aceleração do trânsito intestinal e estímulo aos movimentos peristálticos.

SEMENTE DE LINHAÇA: Contém ômega-3 e ômega-6 (óleos essenciais ao organismo), que auxiliam na redução dos níveis elevados de colesterol, prevenindo doenças cardiovasculares, além de ser rica em fibras que auxiliam no funcionamento intestinal e no emagrecimento.

SEMENTE DE CHIA: Fonte de carboidratos, fibras, ômega-3 e ômega-6 (benéficos para reduzir taxas elevadas de colesterol), contém boa quantidade de cálcio, além de potássio, magnésio e ferro.

SEMENTE DE ABÓBORA: Além de conter uma grande quantidade de fibras, proteínas, antioxidantes, também tem efeito vermífugo. Pode ser consumida tanto na forma de aperitivo como de farinha.

SEMENTE DE GERGELIM: Rica em proteínas, principalmente em aminoácidos sulfurados. A sua combinação com grãos como feijão, formam uma excelente fonte proteica, boa combinação para vegetarianos.


Pollyana Rigueiro Messa

CRN 5084