Novidades

Fique ligado nas novidades que acontecem no Beal.


Cortes de Carnes Especiais

O churrasco do brasileiro está mudando e a carne consumida tem influência direta nessa evolução. Conheça os principais cortes de carnes especiais e saiba como eles influenciam na experiência do churrasco! Há alguns anos atrás, ter um T-bone em um churrasco era impensável. Além de pouco acessível, a falta de conhecimento desse corte o fazia ter rótulo de inalcançável. Hoje em dia, as coisas mudaram: cada vez mais, cortes de carnes especiais estão ganhando as churrasqueiras e o paladar do brasileiro. O churrasqueiro está mais exigente, fator esse que influenciou diretamente no crescimento do mercado de carne Premium no Brasil. Conheça os 7 cortes mais comuns para esse novo estilo de churrasco:


Picanha

Considerada a “rainha dos churrascos”, a picanha é um dos grandes cortes de carnes, justamente por possuir um sabor único. No entanto, a dica é investir em tipos diferentes de picanha, como a de Angus, as de origem argentina e uruguaia. Todas oferecerão um sabor diferenciado a seu churrasco, com as qualidades da picanha e multiplicadas por 1.000!


T-Bone

Muito popular nos Estados Unidos, o T-Bone é bastante suculento e indicado para ser servido grelhado. Retirado da parte central lombar do boi, o T-Bone recebe esse nome por ser cortado na transversal e deixar seu osso, que tem formato de “T”, visível – o osso também separa duas carnes na mesma peça: o filé mignon e o contrafilé.


Bife Ancho

Outro grande clássico entre os cortes de carnes, o bife Ancho tem origem argentina e ganhou fama entre os amantes de churrasco no Brasil. O Ancho recebe diferentes nomes: no Brasil, é o filé da costela, região do boi que é retirado; na França, é o Noix; e nos EUA, o Ribeye Steak. O bife Ancho dará um toque Hermano a seu evento e, de quebra, muito sabor e suculência a ele.


Short Rib

Por causa de sua extrema suculência e maciez, o Short Rib é um dos cortes especiais que mais vem surpreendendo os churrasqueiros. Retirado da parte dianteira da costela do boi junto com o miolo de acém, o Short Rib é considerado ideal para preparo em grelha, motivo esse que o leva ser bastante usado em casas nobres de churrasco, que o batizaram de costela Premium.


Porterhouse

Por serem fisicamente parecidos, o Porterhouse é bastante confundido com o T-Bone. No entanto, o Porterhouse, dependendo da raça e da qualidade do corte, pode ser um pouco mais marmorizado. Composto pelo New York Strip e o filé mignon, ele também é cortado em uma espessura maior (32mm), quase o dobro do T-Bone, o que o deixa com quase 1kg.


Bife de Chorizo

Ao lado do bife ancho, o chorizo foi um dos responsáveis por colocar a Argentina como referência em churrasco. No entanto, eles possuem suas diferenças. Apesar dos dois cortes serem retirados do contrafilé, o ancho vem da parte dianteira e o chorizo, da traseira. Já a gordura do ancho está dentro do corte, enquanto a do Chorizo é concentrada na parte de cima.


Prime Rib

Extremamente saboroso e suculento, o Prime Rib é um corte localizado na parte superior da principal porção da costela do boi, retirado entre a sexta e a décima segunda vértebra. Muito similar ao Ribeye Steak, o Prime Rib possui o osso conservado, fator esse que valoriza sua apresentação e sabor único, tornando-o um dos principais cortes de carnes especiais.


Fonte: Sociedade da Carne