Novidades

Fique ligado nas novidades que acontecem no Beal.


Açafrão-da-Terra

Além de dar sabor aos alimentos, o açafrão se destaca por oferecer inúmeros benefícios à saúde e por suas propriedades medicinais. A curcumina é uma delas. Ela é um flavonoide que possui ações antioxidantes e anti-inflamatórias.

O açafrão-da-terra pode também ser chamado de cúrcuma, açafrão da Índia ou gengibre amarelo, sendo uma planta da família do gengibre, originária da Ásia, cuja raiz dá origem à especiaria de cor amarela intensa. Sua utilização mais comum é na forma de tempero, especiaria ou condimento na culinária - principalmente na indiana - e também usada para dar cor aos alimentos.

O açafrão contém diversos minerais e vitaminas, como, potássio, ferro, manganês, cálcio, magnésio, cobre, zinco, selênio, fósforo, vitaminas A, C, D, E, tiamina, riboflavina, niacina, piridoxina, cobalamina, folato e um elevado teor de fibra solúvel.

Além disso, a curcumina presente no açafrão contribui para o combate ao câncer de próstata, mama, melanoma, pâncreas, diminui o risco de leucemia e mieloma múltiplo, e a ocorrência de metástases em diversos tumores. Desintoxica o fígado, é benéfico para o coração, ajuda no controle do diabetes, neutraliza radicais livres, reduz a inflamação da artrite, tem ação analgésica, antisséptica e antibacteriana. Age no metabolismo das gorduras auxiliando na perda de peso, ajuda na acne, na psoríase e outras doenças de pele, e acelera a cicatrização. Previne a doença de Alzheimer, combate a depressão e a esclerose múltipla. Todos estes efeitos são documentados por inúmeros estudos científicos.

Como usar: Quando se adquire a raiz inteira, a orientação é usar as rodelas no suco, ralado na salada ou na preparação de outros pratos (utilize no máximo duas rodelas por dia). Use o tempero em pó à vontade em sopas, pães, bolos, biscoitos, omeletes, tapiocas, e também em aves, carnes e cozidos, legumes, arroz, feijão, ervilha, etc. Por ser um pó, não é bom consumir o açafrão a seco, isto porque há maior risco de engasgue. Ele pode ser misturado em qualquer tipo de líquido, como no preparo dos alimentos ou na confecção de molhos para salada. Vale misturar com azeite, óleo de coco, maionese, leite, iogurte, manteiga, etc.

Combinações: É interessante combinar a cúrcuma com a pimenta do reino a fim de aumentar a biodisponibilidade (absorção). A pimenta do reino é rica em um flavonoide chamado piperina, que aumenta a absorção de outros nutrientes. O curry é feito com cúrcuma e pimenta, e também pode ser incorporado no dia a dia.

A cúrcuma é indicada para todas as pessoas, com restrição apenas nos casos raros de alergias a este tempero.

Aldren Antunes

CRN 3621